Lusa e Flu empatam na primeira semifinal
02/05/2021 22:34 em Novidades

Com dois gols em pênaltis marcados pelo VAR, times ficam no 1 a 1 na Ilha

Por Bernardo Oliveira

Foto: Nathan Diniz (AAP)

 

Na partida de ida da semifinal do Campeonato Carioca, Portuguesa e Fluminense ficaram no 1 a 1 na tarde deste domingo (2) no Estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador. Chay marcou para a Lusa, com Abel Hernández igualando a partida. Os dois gols foram em cobranças de pênalti assinaladas pelo VAR.

 

Agora, quem vencer a partida de volta, domingo (9), às 16h, no Maracanã, avança; um novo empate classifica o Fluminense para a decisão do Estadual, já que a equipe teve melhor campanha na fase classificatória.

 

Pênaltis ditam ritmo do jogo

 

Com apenas 10 minutos de jogo, o primeiro lance polêmico. Após cobrança de escanteio, a bola bateu no braço de Ganso dentro da área. O árbitro Alexandre Vargas Tavares de Jesus foi chamado ao VAR e, depois de longa análise, decidiu marcar o pênalti. Na cobrança, Chay deslocou Marcos Felipe e fez o primeiro.

 

No restante da primeira etapa, muito equilíbrio. Enquanto a Lusa se defendia bem, mas incomodava ofensivamente, o Fluminense pecava na construção. A melhor chance veio nos pés de Ganso que, em lance confuso envolvendo o goleiro Neguete na meia-lua da grande área, finalizou para o gol, mas Watson salvou em cima da linha.

 

O VAR voltou a entrar em ação, agora no segundo tempo, e outra vez aos 10 minutos. Depois de cabeçada de Ganso, a bola bateu no braço de Diego Guerra. Também pelo VAR, Alexandre Vargas marcou pênalti para o Fluminense. Foi a vez de Abel Hernández deslocar o goleiro Neguete e empatar a partida.

 

Apesar de ser somente o jogo de ida, os dois times atacaram bastante na reta final do jogo, e Marcos Felipe e Neguete foram os grandes nomes da partida. Cada um vez pelo menos duas defesas difíceis, especialmente nos acréscimos, quando ambos partiam com frequência para o setor ofensivo. O placar, no entanto, não se alterou.

 

Portuguesa: Neguete; Watson (Muniz), Pedro Carrerete, Diego Guerra e Luis Gustavo; Wellington César, Mauro Silva e Cafú (Douglas Skilo); Romarinho (Andrezinho), Jhulliam (Everton Heleno) e Chay (Rafael Pernão). Técnico: Felipe Suriam.

 

Fluminense: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Matheus Ferraz e Egídio; Wellington (Yago Felipe), Hudson (Martinelli) e Cazares (Kayky); PH Ganso (Caio Paulista), Gabriel Teixeira e Abel Hernández (Raúl Bobadilla). Técnico: Roger Machado.

 

COMENTÁRIOS