Boavista derrota o Picos e se classifica na Copa do Brasil
07/04/2021 23:30 em Novidades

Verdão de Bacaxá venceu com gol único de Michel Douglas

 

Por Weliton Labarra

Foto: Divulgação

 

Se o Volta Redonda não teve muita sorte na tarde de hoje (07), o Boavista foi completamente diferente e conseguiu uma classificação heróica para a terceira fase da Copa do Brasil ao vencer o Picos/PI por 1 a 0, com gol de Michel Douglas, jogando no Nordeste.

 

Com a vaga garantida, o Verdão de Bacaxá iguala a campanha que realizou na edição de 2017 do torneio nacional, garante uma premiação de R$ 1,7 milhão pela classificação e agora aguarda o próximo adversário, a ser definido por sorteio.

 

Jogo

O primeiro tempo foi sem tantas emoções, mas o Boavista conseguiu abrir o placar aos 17 minutos. Michel Douglas recebeu passe vertical e bateu de esquerda para o fundo das redes. Os donos da casa poderia ter deixado tudo igual aos 31 minutos, quando Raphael Freitas recebeu bola mas, na hora do chute, foi travado. Aos 44, Lázaro cruzou para Junior Juazeiro, mas Jean Victor cortou na hora H e evitou o gol do time nordestino.

 

A segunda etapa do time de Saquarema foi de tentar buscar os espaços que o time de Picos deixava por está atrás do placar e aos 10, Guidio bateu forte para boa defesa de Klever. Aos 22 minutos, o Boavista teve um pênalti a seu favor, quando Marquinhos invadiu a área e foi derrubado, porém, na cobrança, Fernando Bob bateu e Diego defendeu, salvando o Picos.

 

O Verdão de Bacaxá quase ampliou com Jean Victor aos 27 minutos. Aos 44 minutos, Fernando Bob recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo, porém, o Boavista segurou sua vantagem e garantiu a classificação.

 

Picos/PI: Diego, Marquinhos, Cris, Marcondi e Idevam (Caique); Andson (Ribeiro) (Weslley), Guidio e Zoppi; Rhuann, Raphael Freitas e Júnior Juazeiro. Técnico: Washington Luiz.

 

Boavista: Klever, Caio Felipe, Gustavo Geladeira, Victor Pereira e Jean; Fernando Bob, Douglas Pedroso, Erick Flores e Jefferson Renan; Marquinhos e Michel Douglas (Felipe Augusto). Técnico: Leandrão.

COMENTÁRIOS