Na estreia da Copa Sul-Americana, Vasco vence o Oriente Petrolero (BOL) por 1 a 0
06/02/2020 21:06 em Novidades

Cruzmaltino venceu com um placar magro graças ao gol do argentino Gérman Cano que balançou a rede pela segunda vez desde da sua chegada

 

Por Weliton Labarra

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br   

 

O Vasco contou mais uma vez com o faro de gol do atacante Gérman Cano que garantiu a vitória de 1 a 0 sobre o Oriente Petrolero (BOL) por 1 a 0, nesta quarta-feira (5/2), em São Januário, na estreia da Copa Sul-Americana.

O Gigante da Colina leva uma pequena vantagem para a partida de volta que será na Bolívia onde jogará pelo empate para avançar a segunda fase da competição. O jogo será realizado no próximo dia 19, no Estádio Ramón Tahuichi, às 21h30, em Santa Cruz de la Sierra.

A equipe carioca volta as suas atenções para a última rodada da fase de grupos da Taça Guanabara, que acontece no domingo (9), às 16h, quando encara a Portuguesa, no Estádio Elcyr Resende.

 

O JOGO                                                          

O Vasco tomou a iniciativa do jogo. A primeira boa chance veio aos 11. Pikachu cobrou escanteio e Marrony subiu mais alto que a defesa para cabecear, mandando à esquerda do gol. Aos 15, Andrey faz boa jogada e toca em Cano, que arrisca de fora da área, mas manda pra fora. Quatro minutos depois, Talles é lançado na direita e cruza rasteiro para Cano, de letra, completar para o gol: VASCO 1 a 0.

A superioridade do Cruzmatino era clara e aos 27 o time criou mais uma boa chance. Talles tocou para Pikachu que bateu cruzado e a bola passou muito perto. Marrony ainda tentou completar no carrinho, mas não alcançou. Aos 37, Marrony recebe na área, dá lindo drible no zagueiro e bate cruzado, buscando o ângulo, mas o goleiro salva com uma linda defesa.

A segunda etapa começou com o Gigante em cima. Marrony lançou Pikachu pela direita e o lateral cruzou para Marcos Júnior, que livre, mandou na trave. Por pouco o Cruzmaltino não ampliou. E o Vasco chegou bem de novo. Aos 26, Pikachu cobrou escanteio e Werley completou de pé direito. A bola explodiu no travessão e na sobra Marcos Júnior ainda tentou de cabeça, mandando no travessão de novo.

A partida foi ficando mais violenta e o adversário abusou das faltas, algumas vezes ignoradas pelo árbitro. O jogo terminou mesmo com o 1 a 0 no placar e vantagem vascaína para o jogo de volta.

Vasco: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Werley, Leandro Castán, Henrique; Andrey, Raul, Marcos Júnior (Juninho); Marrony (Vinícius), Talles Magno e Germán Cano. Técnico: Abel Braga.

Oriente Petrolero (BOL): Rodrigo Banegas; Widen Saucedo, Norberto Palmieri, Daniel Franco, Gustavo Olguin; Alan Mercado (Navarro), Samuel Pozo, Daniel Rojas, Kevin Savatierra (Juan Gutiérrez); Oscar Salinas (Héctor Sánchez) e Marco Bueno. Técnico: Pablo Sánchez.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
728x90