São Gonçalo, 22 de Setembro de 2019

Em São Januário lotado, Vasco decepciona e perde para o Bahia
07/09/2019 19:58 em Novidades

Gigante da Colina sentiu na pele a lei do ex onde o atacante Gilberto decretou a vitória do Bahia por 2 a 0

 

 

Por Weliton Labarra

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Querendo se afastar cada mais da zona do rebaixamento, o Vasco entrou em ação na abertura da 18º rodada do Campeonato Brasileiro no jogo que a equipe contou com o apoio maciço da sua torcida em São Januário e acabou sendo surpreendido pelo Bahia que venceu por 2 a 0, na manhã do feriado deste sábado (07).

Com o revés, o Gigante da Colina permanece com 20 pontos na décima quinta posição onde pode ver a diferença diminuir para os que estão muito perto do Z-4 e na próxima rodada encara a Chapecoense, no próximo sábado (14/9), às 19h, na Arena Condá.

 

O JOGO

Era para ser um jogo perfeito para o Vasco que teve o apoio gigante da sua torcida que fez a sua parte nas arquibancadas, mas o que vimos em campo foi um time ansioso na maioria da partida e com isso acabou vendo o Bahia sair com o resultado positivo.

No primeiro tempo, o Gigante da Colina foi para cima e criou algumas chances de gols. Aos 4, , Rossi cruzou da direita, a zaga afastou e Raul pegou a sobra na entrada da área, mas chutou fraco. Depois foi a vez de Raul que recebeu de Marrony, cortou e bateu para defesa do goleiro.

O ritmo deu uma caída devido ao forte calor e o Bahia que fazia uma partida impecável seguia segura em sua defesa. Em contra-ataque, Pikachu acionou Henrique na área, mas o marcador chegou antes e fez o corte em direção ao gol, defendido pelo goleiro.

Aos 30, Clayton foi lançado em velocidade na entrada da área, o goleiro adversário tirou de cabeça e a bola sobrou para Rossi, que tentou por cobertura e mandou pra fora. Nos minutos finais, o Vasco teve duas chances com Fellipe Bastos de falta, mas o camisa 6 mandou as duas por cima, levando perigo.

Precisando da vitória a qualquer custo, o Vasco voltou com mais ímpeto para a etapa final e em menos de 10 minutos teve grandes chances para inaugurar o placar com Marrony e Rossi em uma bicicleta. Por outro lado, o time baiano seguia muito bem em campo onde esperava a melhor hora de atacar o adversário e sua primeira descida abriu o placar, aos 10 minutos.   Nino Paraíba é lançado na direita, ganha de Henrique e toca para Gilberto. O atacante chuta, é bloqueado, e Nino pega a sobra para tocar na saída de Fernando Miguel.

Luxemburgo assim que sofreu o gol, sacou Clayton para colocar Ribamar que na sua primeira tentativa quase empatou. O camisa 9 recebeu passe de Rossi onde o atacante abriu espaço na área, mas acabou travado ao finalizar. No rebote, Pikachu chutou por cima.

Com a proposta de sempre buscar os espaços deixados pelo Vasco, os comandados de Roger Machado não titubearam e foram com tudo atrás de mais um gol que saiu dos pés de um ex-jogador que vestiu a camisa cruzmaltina. Gilberto é lançado na área pela direita e acerta um belo chute, sem deixar a bola cair, sem chance para Fernando Miguel.

Aos 31, Danilo bateu falta de longe e mandou muito perto do gol. Aos 38, Ribamar recebeu cruzamento da direita e cabeceou firme, no meio do gol, mas o goleiro fez a defesa. Aos 40, em jogada parecida, Ribamar novamente se antecipou ao zagueiro e tentou de cabeça, mandando pra fora.

Vasco: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Henríquez, Leandro Castan e Henrique (Danilo Barcelos); Fellipe Bastos (Gabriel Pec), Marcos Júnior, Raul; Marrony, Clayton (Ribamar), Rossi. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Bahia: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho; Moisés, Gregore, Ronaldo, Flávio, Élber (Arthur Caíke); Gilberto (Fernandão), Lucca (Guerra). Técnico: Roger Machado.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

Seja um padrinho da Esporte Metropolitano! A partir de 1 real você nos ajuda a produzir o melhor conteúdo para você! Clique na imagem abaixo e saiba mais: