São Gonçalo, 26 de Junho de 2019

Heliópolis começa a treinar para Série C nesta semana
15/04/2019 12:41 em Novidades

Equipe está em formação e dará início aos treinamentos na terça-feira (16/04)

 

Da redação

Foto: Marcos Faria (Bolanaredepress)

 

A Quartona voltará a ter, em 2019, a presença de um clube de Belford Roxo. O Heliópolis, que se afastou da competição no ano passado, demonstrou seu desejo de voltar à Série C do Campeonato Carioca e já irá começar a realizar sua pré-temporada na próxima terça-feira (16/04). O clube está formando seu plantel profissional e dará início aos treinamentos. A comissão técnica, no entanto, ainda não está confirmada.

O início dos treinos, na realidade, já era para ter acontecido na terça-feira passada, mas as chuvas fortes que caíram na Região Metropolitana do Rio de Janeiro adiaram em uma semana os trabalhos. Desta vez, o Heliópolis terá não só o desafio de montar uma equipe, mas também de superar as dificuldades administrativas, uma vez que o clube foi suspenso da Quartona de 2017, a última que disputou, por conta de dívidas com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ).

Apesar de todos os problemas que deverão ser encontrados pela frente, a diretoria do Heliópolis não pretende medir esforços para estar em campo nesta temporada. O clube trabalha para, inclusive, voltar a mandar jogos em seu estádio, o José Alvarenga. Em princípio, projeta-se para 1º de maio a reabertura do campo, data a partir da qual os dirigentes pretendem agilizar os trâmites para a obtenção de laudos técnicos e liberação de público. O José Alvarenga não recebe jogos oficiais desde 2015.

Com o início da Série C programado inicialmente para o fim de junho, o Heliópolis ainda terá que aguardar, ao menos até o fim de abril, para conhecer a tabela e saber como ficará sua situação junto à FFERJ.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

Seja um padrinho da Esporte Metropolitano! A partir de 1 real você nos ajuda a produzir o melhor conteúdo para você! Clique na imagem abaixo e saiba mais: