Flamengo e Vasco empatam em Brasília com arbitragem polêmica
27/03/2017 01:01 em Novidades

Flamengo e Vasco empatam em Brasília com arbitragem polêmica

 

Na noite deste domingo (26), no Estádio Mané Garrincha, o Clássico dos Milhões entre Flamengo e Vasco terminou empatado em 2 a 2, graças a um erro grotesco do árbitro Luis Antonio Silva dos Santos no fim da partida.O Vasco saiu na frente com gol de Yago Pikachu no primeiro tempo. Na etapa final os Rubro-negros viraram o jogo com William Arão e Berrío, mas Nenê, contando com uma ajudinha do árbitro que assinalou um pênalti que não existiu empatou aos 49 minutos. O jogo foi válido pela quarta rodada da Taça Rio (segundo turno) com a arbitragem polêmica de Luis Antônio Silva dos Santos.

Após o jogo, as duas equipes questionaram a arbitragem. Os lances polêmicos aconteceram na etapa final. Primeiro o árbitro expulsou Luís Fabiano após uma aparente tentativa de agressão do jogador, em seguida anulou um gol duvidoso do Flamengo e, no final do confronto, marcou pênalti após um toque de mão inexistente de Renê, que culminou com o empate do Vasco.

O empate deixou as equipes em posições opostas na tabela. O Mais Querido manteve os 100% de aproveitamento na Taça Rio e lidera o grupo C com 10 pontos, três a mais que o vice-líder Nova Iguaçu. Já o time São Januário se manteve na quarta posição com apenas 6 pontos no grupo B e se mantém invicto na Taça Rio.

Na próxima quarta-feira, o Flamengo vai até o Estádio Raulino de Oliveira encarar o Volta Redonda, às 21h45. Na quinta-feira, o Vasco terá um duelo decisivo contra o Boavista que está de olho em umas das vagas as semifinais da Taça Rio.

O Jogo

O Vasco começou pressionando o jogo e com mais posse de bola abriu o placar aos 15 minutos, com Yago Pikachu. Depois do gol sofrido e da parada técnica, o Flamengo cresceu na partida e aumentou seu volume ofensivo. Aos 27 minutos, a partida ficou paralisada por alguns instantes devido a uma queda de energia que deixou o estádio Mané Garrincha às escuras.

O apagão serviu para acordar o Flamengo que teve ao todo três chances de igualar o marcador.O meia Mancuello em duas oportunidades e no último minuto do primeiro tempo a melhor chance do Mengão.Pará invadiu a área, driblou e cruzou quase rasteiro, já próximo à linha de fundo; a bola passou por Damião e Mancuello e nenhum dos dois alcançou a bola.

Na segunda etapa, o jogo começou movimentado. Aos 8, Luis Fabiano foi expulso depois de tomar dois cartões amarelos na mesma jogada: um por falta dura em Márcio Araújo e outro por enfrentar o árbitro na reclamação do lance. Com um homem a mais, o Flamengo já tinha um volume de jogo a mais e em menos de 10 minutos virou o placar com gols de William Arão  de cabeça aos 14 minutos e com o colombiano Berrío aos 19 minutos.

 

Para tentar pelo menos arrancar um empate, o treinador Milton Mendes colocou seu time a frente e a jogada que levava perigo a meta de Muralha era a bola parada. Mas já nos acréscimos, o juiz marcou pênalti inexistente para o Vasco, que empatou na cobrança de Nenê, destaque da partida.

Flamengo: Alex Muralha; Pará, Réver (Léo Duarte, 24'/2ºT), Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Mancuello (Lucas Paquetá, 32'/2ºT); Berrío (Marcelo Cirino, 40'/2ºT), Leandro Damião e Everton. Técnico: Zé Ricardo.

Vasco da Gama: Jordi; Gilberto, Jomar, Rafael Marques e Henrique; Jean (Thalles, 30'/2ºT), Douglas, Yago Pikachu (Manga Escobar, 17'/2ºT), Andrezinho (Escudero, 25'/2ºT) e Nenê; Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes.

 

Escrito por Weliton Labarra

Foto: Gilvam de Souza - Flamengo Oficial

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!