São Gonçalo, 23 de Abril de 2019

Bruno Henrique brilha, Flamengo vence e fica próximo do seu 35º título do Campeonato Carioca
14/04/2019 18:00 em Novidades

Em tarde inspirada de Bruno Henrique, o atacante teve que fazer três gols para valer dois na vitória Rubro-Negra de 2 a 0 sobre o Vasco

Por Weliton Labarra

Foto: Twitter Globoesporte.com.br

 

Os primeiros noventa minutos da decisão do Campeonato Carioca entre Vasco e Flamengo foi eletrizante e no primeiro embate quem levou a melhor foi o Rubro-Negro que venceu por 2 a 0, com gols de Bruno Henrique, na tarde deste domingo, no Nilton Santos. Ainda teve um gol mal anulado de Bruno Henrique onde o árbitro de vídeo constatou impedimento do atacante.

O último capítulo desta final será realizado na próximo domingo (21), às 16h, no Maracanã. O Flamengo agora leva uma vantagem considerável no jogo decisivo onde um empate ou uma derrota por um gol garante o 35º título Estadual do time da Gávea. Já o Cruzmaltino terá que vencer por dois gols de diferença para forçar as cobranças de pênaltis ou por três gols para ser campeão Carioca.

Vale ressaltar que o Rubro-Negro terá semana livre, enquanto o Gigante da Colina vai até a Vila Belmiro encarar o Santos, na primeira partida da Copa do Brasil na próxima quarta-feira (17), às 19h15.

 

JOGO

No primeiro tempo, o Flamengo esteve melhor que o Vasco que tentava em contra-ataques, mas não obtinha sucesso. O Rubro-Negro dominou na posse de bola e também criou grandes chances.

Logo no primeiro minuto, o Flamengo mostrou seu cartão de visita. Pela esquerda Bruno Henrique cruza e bola chega a Pará, que faz novo levantamento, mas a zaga vascaína afasta. Em seguida, Renê deu passe para Éverton Ribeiro que cruzou para Bruno Henrique que acabou furando na hora da finalização onde Castán protegeu e conseguiu o tiro de meta.

Aos 5, o Vasco chegou pela primeira vez com perigo. Marrony fez boa jogada pela esquerda e tocou em Pikachu. O camisa 22 deu de primeira em Bruno César, que devolveu para ele bater com perigo por cima do gol. 

Aos 10 minutos de jogo, o atacante Gabigol teve uma grande chance. Após receber bom passe de Everton Ribeiro, o artilheiro bateu cruzado, mas ninguém apareceu para completar. Depois aos 20, Renê acionou Gabriel, que finalizou forte na risca da grande área e a bola explodiu na rede pelo lado de fora.

Com total domínio, o Flamengo seguia com muito volume onde o quarteto formado por Arrascaeta, Éverton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol se movimentavam muito e com isso o Cruzmaltino se confundia na marcação. Mesmo após a parada técnica, o Vasco era envolvido pelo time da Gávea. Aos 29 minutos, Arão cruzou na área e a bola passou com muito perigo por toda a defesa vascaína. Nos acréscimos, Everton Ribeiro acertou uma bomba de fora da área e Fernando Miguel fez grande defesa, colocando para escanteio. O Vasco pouco assustou.

Em um segundo tempo ainda mais agressivo, o Rubro-Negro voltou com uma mudança tática onde Bruno Henrique atuou como centroavante e Gabigol jogando pelo lados. Logo no início, Renê cruzou e Gabigol quase marcou de cabeça. Em seguida, foi Rodrigo Caio que quase marcou de cabeça após escanteio cobrado por Everton Ribeiro.

O Vasco respondeu aos 5. Danilo fez boa jogada pela esquerda e cruzou para área. Marrony desviou de cabeça, a bola ganhou altura e bateu no travessão.

Com muita vontade e organizado, o Flamengo abriu o marcador aos 9 minutos. Éverton Ribeiro cruza da esquerda, Danilo Barcelos afasta mal e Bruno Henrique finaliza na saída de Fernando Miguel.  O Gigante da Colina tentou o empate aos 13. Lucas Santos lançou Pikachu na área, que girou e tentou de canhota, mas a defesa mandou para escanteio.

O Rubro-Negro seguiu amassando o adversário que era totalmente dominado. Bruno Henrique voltou balançar as redes ao 22 minutos, mas não valeu. Após cruzamento da esquerda de Pará, Fernando Miguel espalma para frente e a bola sobra para Renê. O lateral chuta em cima de Werley que tenta afastar e a bola sobra para Bruno Henrique, que empurra para o gol. O árbitro, ao analisar o lance no VAR, anula. Assinala impedimento do atacante.

Mais o camisa 7 estava em tarde iluminada e marcou seu segundo gol na partida. Aos 32, Cáceres cochila e perde a bola para Arrascaeta. O uruguaio cruza, Fernando Miguel espalma e evita o gol de Gabigol. No rebote, Bruno Henrique completa para o gol e desta vez valeu.

Sem forçar para reagir, o Vasco viu o Flamengo comandar a parte final e com uma sucessão de oportunidades, o Rubo-Negro teve tudo para sair de campo com um resultado ainda maior.

Vasco: Fernando Miguel, Raúl Cáceres, Werley, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Lucas Mineiro,  Raul e Yago Pikachu; Bruno César (Lucas Santos); Marrony (Yan Sasse) e Maxi López. Técnico: Alberto Valentim

Flamengo: Diego Alves, Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê;  Cuéllar, William Arão e Arrascaeta (Lincoln); Éverton Ribeiro (Diego), Bruno Henrique e Gabriel (Vitinho). Técnico: Abel Braga

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

Seja um padrinho da Esporte Metropolitano! A partir de 1 real você nos ajuda a produzir o melhor conteúdo para você! Clique na imagem abaixo e saiba mais: