Com gol brasileiro, Al- Jazira avança às Quartas do Mundial
06/12/2017 - 17h48 em Novidades

Apesar do péssimo futebol apresentado, clube árabe vence em sua estréia e enfrenta campeão asiático na próxima fase

 

O Mundial de Clubes da FIFA 2017 teve início nesta quarta-feira (06). O Al-Jazira-EAU, classificado por ser campeão do país sede do torneio (Emirados Árabes Unidos), enfrentou o Auckland City-NZL, campeão da Liga dos Campeões da Oceania, no Estádio Hazza Bin Zayed, em Al Ain. O vencedor desta partida tinha ciência de que o próximo adversário seria o Urawa Red Diamonds-JPN, pela fase Quartas de final. E que esta chave levaria a equipe que avançasse até a semifinal ao encontro do multicampeão Real Madrid-ESP. 

 

Jogo

A primeira etapa da partida foi quase equilibrada. Os dez minutos iniciais foram de muito estudo por parte das equipes, com muita troca de passes, poucos investimentos ofensivos e a posse de bola superior para o lado neozelandês. A primeira chegada, do Auckland City, enfim, ocorreu. Aos 12 minutos, De Vries e Tade organizaram uma boa tabela próximo da grande área, e o Sul-Africano bateu colocado buscando o ângulo esquerdo do goleiro Ali Khaseif. A bola desviou e acabou saindo. Aos 30 minutos, em nova tabela da dupla, mas dessa vez pelo lado esquerdo, o camisa 10 chegou na linha de fundo e cruzou para dentro da área, o jovem Mccowatt chutou de esquerda rasteiro e o goleiro Khaseif encaixou sem maiores problemas. A superioridade do time neozelandês permaneceu e aos 34 minutos o camisa 9, White, subiu pela lateral direita e em uma tentativa de cruzamento acabou chutando para o gol. O goleiro, no susto, trabalhou outra vez dando um soco na bola e afastando o perigo. Na única chegada da equipe do Al-Jazira, no entanto, o brasileiro Romarinho (ex Corinthians) tentou tabelar com Mabkhout, a bola desviou na defesa e sobrou para o brasileiro chutar forte e rasteiro de fora da área e abrir o placar para os donos da casa. Sem outros importantes acontecimentos o jogo foi para o intervalo. 

Na volta para a etapa complementar, o Auckland mostrou uma melhora visível em seu comportamento tático. Logo aos 3 minutos, uma confusão dentro da pequena área do time árabe e na tentativa da defesa de afastar o perigo, a bola sobrou para Howieson chutar forte e obrigar Khaseif a fazer nova intervenção. Outra chegada em alta velocidade, aos 9, Howieson invadiu a área, arriscou à gol, dessa vez de esquerda, mas a bola acabou carimbando a zaga adversária. O segundo tempo parecia apenas de uma equipe e o time anfitrião recuou seus jogadores, dando espaço para os neozelandezes. Aos 21 minutos, Tavano aproveitou rebote da defesa e, sem deixar a bola cair, acertou um belo chute que raspou o ângulo do goleiro Ali Khaseif. A ofensividade do Auckland continuou a prevalecer e aos 30 minutos a equipe teve a melhor chance do confronto na etapa final. Howieson subiu pela ponta esquerda, cruzou rasteiro, a bola encontrou o artilheiro De Vries que tentou de carrinho e novamente parou no goleiro árabe.

(Goleiro Ali Khaseif, do Al-Jazira, destaque da partida)

Nos minutos finais a equipe da Nova Zelândia foi com praticamente todos os seus jogadores para o ataque. Em uma dessas últimas investidas, já aos 40 minutos, De Vries recebeu livre para chutar na área, tabelou com Tade e os dois jogadores acabaram se atrapalhando, sendo marcado falta de ataque após um possível toque de mão do jogador argentino. Com 17 finalizações à favor e pouca eficiência, o Auckland City acabou sendo derrotado e eliminado pela sexta vez na primeira fase em nove participações.

 

O Al-Jazira-EAU enfrenta na próxima fase o Urawa Reds Diamonds-JPN. O vencedor do confronto pega o Real Madrid-ESP na Semifinal do torneio.

Ficha técnica

Al-Jazira (EAU): Ali Khaseif; Al Attas, Ali Ayed (Khalfan), Fayez, Obaid; Al Saadi, Al Otaiba (Al Hosani), Al Rezzi (Ahmed Rabia), Boussoufa, Romarinho e Ali Ahmed Mabkhout. Técnico: Cate Hendrik

Auckland City (NZL): Zubikarai; White, Berlanga, Kim, Iwata (Leaalafa); Tavano, Riera, Howieson; Tade, Mccowatt (Morgan) e De Vries. Técnico: Ramon Tribulietx

Árbitro: Malang Diedhiou (Senegal)

Reportagem por: José Roberto Coutinho

Data:06/12/2017

Foto:Getty images e FIFA

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!