Com um jogador a menos, Vasco vence Avaí na Ressacada e se aproxima do G-7
12/10/2017 - 0h41 em Novidades

 Gigante da Colina vence com gols de Wágner e Andrés Ríos pelo Brasileirão

 

Desde a chegada do técnico Zé Ricardo, o Vasco vem conseguindo mostrar uma equipe forte e competitiva, principalmente quando joga fora de casa. Na noite desta quarta-feira(11), o Gigante da Colina, mesmo com um jogador a menos durante boa parte da etapa final, conseguiu uma vitória maiúscula diante do Avaí pelo placar de  2 a 1, em jogo na Ressacada pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols vascaínos foram de Wágner e Andrés Rios no primeiro tempo; e Betão fez o gol do time catarinense na etapa final.

Com o triunfo, o Vasco quebrou uma sequência negativa de três jogos sem vitórias e agora se distancia do Z-4 com 36 pontos na nona posição, ficando há três pontos atrás do primeiro clube do G-7 que é o Flamengo.

Já o Avaí não vence a quatro partidas na competição onde sofreu a segunda derrota seguida na Ressacada depois de um belo início de returno, quando chegou a ter a melhor campanha simbólica entre os 20 clubes. Os catarinenses se afundam ainda mais no Z-4 com 30 pontos na 18º colocação na tabela.

O Vasco vai reencontrar com a sua torcida no Rio de Janeiro na próxima rodada do Brasileirão em um clássico carioca quando vai enfrentar o Botafogo neste sábado, às 19 horas, no Maracanã.

 

JOGO

Mesmo jogando fora de casa, o Vasco começou atacando com muita frequência e logo foi compensado com um gol aos 3 minutos do primeiro tempo. O meia Wágner acertou um belo chute no ângulo do goleiro Douglas e fez  1x 0 Vasco. O Avaí logo em seguida quase empatou com Joel, que recebeu um cruzamento da esquerda e cabeceou perto da trave de Martín Silva.

Nem mesmo com o apoio da torcida na Ressacada, o Avaí não conseguia fazer uma grande partida e com o passar do tempo foi totalmente dominado pelos Cruzmaltinos que ampliaram aos 23 minutos. Nenê subiu pela direita e cruzou. Wellington estava no lance e disputou a bola com Fagner Alemão, a redonda sobrou para Rios na área e o argentino bateu rasteiro no canto. Mesmo em desvantagem, os catarinenses finalizaram em duas chegadas perigosas que parou nas mãos de Martín Silva.

No intervalo, o técnico Claudineí Oliveira colocou Marquinhos e Rômulo para tentar diminuir o prejuízo. O equilíbrio era notória, mas o Avaí voltou mais participativo e pressionou durante os minutos iniciais. Aos 2, Leandro Silva chutou forte de fora da área e perdeu grande chance. Os cariocas responderam logo na sequência, Wellington também arriscou uma batida de longe, mas o goleiro adversário apareceu para afastar o perigo.

Aos 15 minutos, o Avaí ficou em vantagem numérica em campo. O atacante Andrés Ríos acabou sendo expulso após deixar o braço no rosto de Pedro Castro ao sair jogando e recebeu o segundo cartão amarelo. No lance seguinte da falta, Fagner Alemão que estava com o ombro à frente, em posição irregular, desviou na área e Betão concluiu.

O Vasco avançou com Pikachu, que cortou para o meio e encontrou Nenê. O vascaíno bateu de canhota mas o goleiro adversário apareceu para afastar o perigo. Aos 40 minutos, depois de rebatida, Luan Pereira limpou a jogada e concluiu para a defesa do camisa 1 vascaíno. No contra-ataque, Nenê recebeu na frente e ganhou da marcação. Ele invadiu a área e chuta para defesa de Douglas.

AVAÍ: Douglas, Leandro Silva, Fagner Alemão, Betão e Capa; Judson (Lourenço), Wellington Simião (Marquinhos), Luan Pereira e Pedro Castro; Joel (Romulo) e Júnior Dutra. Treinador: Claudinei Oliveira.

VASCO: Martín Silva, Madson, Paulão, Anderson Martins e Ramon; Jean, Wellington, Wagner (Pikachu), Mateus Vital (Paulo Vitor) e Nenê (Rafael Marques); Andrés Ríos. Treinador: Zé Ricardo.

 

Escrito por Weliton Labarra

Data:12/10/2017

 

Foto: Carlos Gregório Júnior/Vasco.com.br

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!