Substitutos de Roger brilham e Botafogo vira sobre a Chapecoense com gol no fim
11/10/2017 - 22h31 em Novidades

Glorioso abre vantagem no G-7 com 43 pontos

 

O Botafogo se redimiu da última derrota no Campeonato Brasileiro para o Vitória há 10 dias atrás, e na noite desta quarta-feira (11/10), no Estádio Nilton Santos, o Glorioso conseguiu uma vitória, de virada, suada e sofrida ao vencer a Chapecoense por 2 a 1, com gols dos atacantes substitutos de Roger, que se recupera de um tumor renal. E detalhe o gol da vitória saiu no apagar das luzes, aos 50 minutos da etapa final com gol Vinicius Tanque. A Chape abriu o placar com Apodi e Brenner fez o outro gol alvinegro.

A partida foi válida pela 27º rodada do Campeonato Brasileiro e o resultado fez o Botafogo abrir uma vantagem no G-7 com 43 pontos em sexto lugar e não poderá ser ultrapassado pelo Flamengo, que encara o Fluminense nesta quinta-feira, no Maracanã.

Por outro lado a situação da Chape é o inverso do clube carioca. A equipe catarinense se mantém com 32 pontos e permanece na 12ª posição e começar a se preocupar contra o rebaixamento. O primeiro do Z-4 é o Sport que soma 30 pontos.

O Botafogo volta a campo para o clássico contra o Vasco, neste sábado, às 19 horas, no estádio do Maracanã, no Rio. No domingo, a Chapecoense recebe o Flamengo, às 17 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

 

Jogo

No primeiro tempo tivemos um jogo ruim e sonolento. As equipes tinham propostas diferentes, a Chapecoense veio com uma postura defensiva enquanto o Botafogo tentava dominar, ma sem efetividade pouco ameaçou. A melhor oportunidade do Glorioso foi aos 18 minutos, numa bola alçada na área, Bruno Silva pegou sobra com o goleiro caído e, desequilibrado, bateu para fora.

No segundo tempo, o panorama era o mesmo da etapa inicial onde a Chape veio com a proposta de sair do Rio de Janeiro com um ponto. O Bota encontrava muitas dificuldades para chegar ao gol de Jandrei e as coisas pioraram ainda mais, após os catarinenses abrirem o marcador. Em um lance estranho, Túlio de Melo ganhou na área e cruzou alto, Apodi apareceu no segundo pau e cabeceou para a rede, aos 14.

O gol sofrido acordou o Glorioso que com muita raça se lançou ao ataque que com tranquilidade igualou o placar aos 22 minutos. João Paulo cobrou falta na área, Carli desviou e Brenner de cabeça mandou para a rede!

Jair Ventura achou melhor colocar um atacante com fôlego renovado na vaga de Brenner. Com isso o treinador optou por Vinicius Tanque que seria o talismã alvinegro no fim da partida. A pressão foi até o fim e o gol da vitória veio aos 50 minutos. Rodrigo Pimpão cruzou da esquerda e Vinicius Tanque subiu com tudo para marcar de cabeça!

Botafogo: Gatito Fernández; Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Victor Luis; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Marcos Vinicius) e João Paulo; Guilherme (Rodrigo Pimpão) e Brenner (Vinicius Tanque) – Técnico: Jair Ventura.

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Canteros, Moisés Ribeiro (Elicarlos) e Lucas Mineiro; Alan Ruschel (Penilla), Wellington Paulista e Túlio de Melo – Técnico: Emerson Cris.

 

Escrito por Weliton Labarra

Data:11/10/2017

 

Foto: Reprodução Internet 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!