Messi desiquilibra, faz três gols e leva a Argentina a Copa da Rússia
11/10/2017 - 16h09 em Novidades

O camisa 10 marcou seu 21º gol na história nas Eliminatórias

 

A Argentina tirou um imenso peso das costas de um país que vinha criticando muito sua seleção e um dos mais questionado e cobrado nessas Eliminatórias Sul-americana por sua torcida e dos jornalistas locais era o craque do time, Leonel Messi. O Camisa 10 chamou a responsabilidade e desiquilibrou ao marcar os três gols da vitória, de virada, dos argentinos sobre o Equador pelo placar de 3 a 1, em jogo realizado na Altitude de Quito, na noite desta terça-feira(10) e impediu o vexame de ficar de fora pela primeira vez de um Mundial desde 1970.

Com o resultado, a equipe do técnico Jorge Sampaolí terminou em terceiro lugar das Eliminatórias Sul-americanas com 28 pontos e assim conquistou a vaga direta e o status de cabeça de chave no Mundial.

Foi um jogo tenso e nervoso, principalmente para os Hermanos que tinha a obrigação da vitória para ir à Copa do Mundo, e logo aos 40 segundos o Equador abriu o placar com Romarío Ibarra, colocando colocou muita pressão para cima da Argentina, mas a partir daí vimos um Messi inspirado e concentrado. O camisa 10 só faltou fazer chuver em Quito e com muito brilho e talento marcos os três gols dos argentinos. O craque argentino atingiu uma marca histórica ao chegar aos 21 gols na história das Eliminatórias e se tornou o maior artilheiro do torneio em todos os tempos, empatado com o uruguaio Luis Suárez.

Os outros times que se garantiram na Copa foram Brasil, Uruguai e Colômbia, enquanto o Peru vai disputar a repescagem contra a Nova Zelândia. Já Chile e Paraguai foram eliminados.

 Equador: Banguera; Velasco, Arboleda, Aimar e Ramírez; Intriago (Uchuari); Renato Ibarra, Orejuela, Cevallos (Enner Valencia) e Romario Ibarra; Ordoñez (Estrada). Técnico: Gustavo Quinteros

Argentina: Romero; Mercado, Mascherano e Otamendi; Salvio (Fazio), Enzo Pérez, Biglia e Acuña; Messi, Benedetto (Icardi) e Di María (Paredes). Técnico: Jorge Sampaoli

 

Escrito por Weliton Labarra

Data: 11/10/2017

 

Foto: Juan Ruiz/AFP

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!