Com dois gols de Gabriel Jesus, Brasil fecha Eliminatórias com vitória e elimina o Chile da Copa do Mundo
10/10/2017 - 23h39 em Novidades

Tite encerra as Eliminatórias invicto, com 10 vitórias e 2 empates

 

A Seleção Brasileira de futebol se despediu das Eliminatórias Sul-americana da Copa do Mundo com uma bela vitória. Com dois gols do atacante Gabriel Jesus, os comandados de Tite não encontrou dificuldades e venceu o Chile pelo placar de 3 a 0, no Allianz Parque, em São Paulo e com isso eliminou os chilenos do Mundial. Paulinho abriu o caminho da vitória do Brasil.

O Brasil terminou como líder isolado da competição com 41 pontos em 18 jogos e registrou a segunda melhor campanha da história das Eliminatórias da Copa. A melhor campanha foi da Argentina de Marcelo Bielsa que em 2002 obteve 43 pontos. Já atual bicampeão da América, o Chile deu adeus a Copa da Rússia com a derrota onde terminou as Eliminatórias em sexto lugar com 26 pontos, perdendo a vaga para o Peru que somou os mesmos pontos dos chilenos, mas levou a melhor no saldo de gols e acabou garantindo a vaga na repescagem.

Além do Brasil, as seleções que garantiram vaga direta ao Mundial da Rússia foram Uruguai, com 31. Argentina (28) e Colômbia (27).

Até a estreia da Copa, a Seleção Brasileira fará uma série de amistosos. Ainda este ano, Tite terá oportunidade de observar alguns jogadores ante da convocação final. Em novembro vai enfrentar o Japão e a Inglaterra. Existe a expectativa do time de Tite enfrentar a anfitriã Rússia em março de 2018, e possivelmente um reencontro com a algoz Alemanha, em Berlim.

 

O jogo

Pressionando a saída de bola, o Brasil deu trabalho ao Chile no primeiro tempo. A primeira boa chance foi aos seis minutos, quando Gabriel Jesus ficou com rebote e rolou para Renato Augusto finalizar perto do ângulo esquerdo do goleiro Claudio Bravo. Depois, aos 16, o camisa 9 entregou na medida para Neymar, que bateu de esquerda e viu o goleiro chileno defender com as pernas. Aos 30, o camisa 10 chegou perto novamente. Após dominar a bola na intermediária, Neymar soltou uma pancada de perna direita, que passou com perigo por cima do gol chileno. A Seleção seguiu dominando as ações e quase abriu o placar aos 38, quando Jesus apareceu nas costas da marcação e cabeceou em cima de Bravo.

No segundo tempo, o Brasil não mudou o ritmo da etapa inicial. Logo aos seis minutos, Neymar cobrou falta direto para o gol e viu Bravo fazer a defesa. Assim, não demorou para a Canarinho balançar as redes. Aos nove minutos, Daniel Alves cobrou falta de longe, Bravo defendeu e deu rebote. Em cima do lance, Paulinho não desperdiçou a oportunidade de pegar a sobra e fazer 1 a 0. Na sequência, após contra-ataque rápido, Philippe Coutinho lançou Neymar no ataque, que dominou e rolou par Gabriel Jesus completar: 2 a 0. A Seleção ainda teve outras boas chances de ampliar, como na cobrança de falta de Neymar, aos 23, que tirou tinta do travessão. Trocando passes e insistindo no ataque, o Brasil administrou o resultado positivo e ainda marcou mais um nos acréscimos. Aos 48, todo o time do Chile foi para a área para cobrança de escanteio e, na sequência, Willian ficou com o rebote e chutou para frente. Com Bravo em seu alcance, Gabriel Jesus avançou e marcou o terceiro para fechar a conta em São Paulo: 3 a 0. O Brasil se despediu das Eliminatórias com festa diante da torcida brasileira.

Brasil: Ederson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho (Roberto Firmino), Renato Augusto (Fernandinho) e Neymar (Willian); Gabriel Jesus. Técnico: Tite

Chile: Bravo; Isla, Medel, Jara e Beausejour; Aránguiz (Pulgar), Fuenzalida (Puch), Pablo Hernández e Valdivia; Alexis Sánchez e Vargas. Técnico: Juan Antonio Pizzi

 

 

Escrito por Weliton Labarra e Ascom CBF

Data: 10/10/2017

Foto: Pedro Martins/MoWA Press

 

 

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!