Quinta-feira, 18 de maio de 2017 às 15:38 em Novidades
Flamengo é eliminado pelo San Lorenzo na Libertadores

A torcida do Flamengo não imaginava que o time seria eliminado da Taça Libertadores da América na fase de grupos e isso aconteceu na noite desta quarta-feira(17). O Rubro-Negro deu adeus a competição continental de forma melancólica ao sofrer uma virada de 2 a 1 nos minutos finais para o San Lorenzo(ARG), em jogo realizado no Estádio Nuevo Gasómetro.

O Flamengo jogava pelo empate diante de um San Lorenzo pressionado para conseguir a vitória. O primeiro tempo foi favorável ao time campeão carioca que saiu na frente com gol de Rodineí que acertou um belo chute. O segundo tempo, os argentinos voltaram com outra postura e assim o Mengão se retrancou deixando a partida sair do controle. Os últimos dez minutos foram fortes emoções. O time do Papa Francisco virou o jogo com Angeleri e  Belluschi no último lance. O empate estava classificando o Rubro-Negro junto com o San Lorenzo porque o Furacão vencia o Universidad Católica por 3 a 2 no Chile e o gol de Belluschi acabou adiando o sonho de título do Flamengo .Pela terceira vez consecutiva, o Mais Querido é eliminado precocimente da fase de grupos.

O grupo 4 ficou com o San Lorenzo na liderança com dez pontos e saldo 0, enquanto o Furacão ficou em segundo,  com a mesma pontuação e saldo de -1. Resta ao Rubro-Negro a Copa Sul-America por ter ficado na terceiro posição com 9 pontos.

O Flamengo começa a juntar os cascos da eliminação onde neste sábado terá o Atletico/GO pela segunda rodada do Brasileiro, no Serra Dourada e na outra quarta-feira terá uma nova decisão pela frente onde vai enfrentar os goanos pela Copa do Brasil, valendo vaga para as quartas de final. Empates com gols garante o time carioca na próxima fase, se empatar em 0 a 0, a decisão será nos pênaltis.

São Lorenzo: Navarro; Díaz, Angeleri, Caruzzo e Rojas; Ortigoza, Mussis, Belluschi e Botta; Cerutti (Barrios) e Blandi. Técnico: Diego Aguirre.

Flamengo: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araujo, Willian Arão e Gabriel (Matheus Sávio); Berrío (Rômulo), Éverton e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

Escrito por Weliton Labarra

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!